Via-Sacra Paroquial - 1 de abril de 2018


A Via Sacra, o caminho de Jesus até ao Calvário, até à Cruz, é um momento plasticamente significativo e uma devoção popularizada nas comunidades católicas, especialmente em tempo de Quaresma, acentuando-se na Semana Santa. Com efeito, a maioria das igrejas tem via-sacras, mais rudimentares ou mais artísticas, além de quadros alusivos aos momentos finais da vida de Jesus; em santuários, nas ruas de aldeias, vilas e cidades, foram construídas as estações da via-sacra assinaladas com cruzes (sobretudo) em pedra e, em alguns lugares, com capelas dedicadas a cada estação.

Na nossa Paróquia foi produzida uma excelente Via-Sacra, em talha, pintada e dourada, em 2010, e que se encontra numa das paredes laterais da Igreja Matriz. A arte e a beleza também nos ajudam a rezar e a elevar o olhar, o coração e a vida para Deus.

Ao longo dos anos, procurando envolver o maior número de pessoas, temos vindo a "encenar" a via-sacra, com os acólitos, os jovens, as catequistas, a catequese, o grupo coral... Por uma questão de conforto, em previsão do tempo que ia fazer, este ano voltou a realizar-se na Igreja e, como habitualmente, no Domingo de Ramos na Paixão do Senhor, ao início da noite.

Em clima de oração, fomos envolvidos na vida de Jesus, desde a oração do Horto das Oliveiras até ao Seu sepultamento. Cada um dos intervenientes, crianças, jovens, adultos, procuraram fazer transparecer a personagem que lhes coube em sorte. Merecem o agradecimento da comunidade por, mais uma vez, nos ajudarem a entrar no espírito da Semana Santa, a "perceber" o drama da entrega de Jesus e o Seu amor por nós. Tal como a via-sacra produzida para a Igreja Matriz, também nós temos seguido a versão proposta pelo São João Paulo II, baseada inteiramente nos quadros do Evangelho.

Antes de chegarmos a este dia, começamos por reunir, no dia 2 demarço, para distribuir "papéis" e marcar ensaios, feitos no adro da Igreja, primeiramente, e depois na Igreja. No Domingo de Ramos, a participação na Bênção dos Ramos e na Santa Missa, de manhã, preparação do espaço da celebração, dos adereços e fazer um último ensaio, durante a tarde.

Por fim, o vestuário, procurando a aproximação ao tempo de Jesus, para que também desta forma fosse mais fácil visualizar o que sucedeu há dois mil anos.

A todos os envolvidos na preparação, nos ensaios, no vestuário, na realização da Via-sacra, as personagens, o grupo coral, as catequistas, os jovens, a todos, o pároco agadece, rezando por cada um e certo que desta forma a comunidade se enriquece e se aproxima de Jesus.

> ÁLBUM FOTOGRÁFICO completo na página da PARÓQUIA DE TABUAÇO NO FACEBOOK - aqui.


Todos os direitos reservados © PARÓQUIA DE TABUAÇO 2017 Realizado por Terra das Ideias