Formação Arciprestal de Catequistas - 2019


Catequese: o primeiro anúncio da fé


«A vossa palavra é sempre o primeiro anúncio para muitas pessoas que estão à espera de encontrar Cristo». É assim que o Papa Francisco define o papel da catequese na Igreja, dedicando-lhe a especial tarefa de ser «anunciadora da fé num mundo cada vez mais secularizado». Foi a partir desta premissa que decorreu, no passado sábado, 23 de novembro, em Alvite, mais um Encontro de Formação de Catequistas do Arciprestado de Moimenta da Beira, Sernancelhe e Tabuaço. Organizado pelo responsável arciprestal da catequese, padre Ricardo Barroco, o encontro contou com a presença de cerca de 40 catequistas e seis sacerdotes.

Num primeiro momento, o padre Márcio Martins, diretor do Secretariado Diocesano da Educação Cristã da Diocese de Vila Real, dissertou acerca da premissa que o Papa Francisco adotou na sua primeira exortação apostólica, a “Evangelii Gaudium”, na qual convida todos os cristãos, e por maioria de razão os catequistas, a uma nova etapa evangelizadora: serem discípulos e missionários. «Desejo dirigir-me aos fiéis cristãos para convidá-los a uma nova etapa de evangelização marcada pela alegria e indicar direções para o caminho da Igreja nos próximos anos», refere o Papa na sua exortação. Trata-se de um premente apelo a todos os batizados para que com renovado fervor e dinamismo levem aos outros o amor de Jesus num «estado permanente de missão», vencendo «o grande risco do mundo atual», o de cair «numa tristeza individualista». «Como participo deste sonho de Francisco para a Igreja?», foi esta a questão que o padre Márcio deixou aos catequistas presentes, lembrando que «a conversão pastoral começa em nós e não nos outros».

Após uma breve pausa para o café, foram retomados os trabalhos, com o padre Jorge Giroto a orientar a sessão seguinte, intitulada “Como preparar uma catequese”. De uma forma muito dinâmica e pragmática, o sacerdote explicou as técnicas de que os catequistas deverão servir-se aquando da preparação de um encontro de catequese. O pároco reforçou que o catequista deve sempre levar as crianças e jovens ao encontro de Jesus, sem querer impor a verdade da fé, mas transmitindo-a com amizade, paciência e carinho, adaptando o seu discurso à realidade atual.

O encontro terminou cerca das 13 horas, com um almoço no Centro Comunitário de Alvite.

 

Maria João Silva, publicado na Voz de Lamego, edição de 26 de novembro de 2019

 

> ÁLBUM FOTOGRÁFICO na página do ARCIPRESTADO NO FACEBOOK - aqui.


Todos os direitos reservados © PARÓQUIA DE TABUAÇO 2017
Realizado por Terra das Ideias

Política de Privacidade