Festa de Nossa Senhora da Conceição - nossa Padroeira


MARIA, hoje e sempre!

Uma vez mais Tabuaço afirmou e confirmou a sua devoção a Maria.

Esta determinação advém duma fé constante, passada de geração em geração, invocando Maria de Nazaré: uma mulher única, dotada de uma humildade extraordinária e que passados dois mil anos está presente nas nossas orações.

Alguém que soube ouvir e acatar a ideia de que a sua missão seria dar à luz um Filho que marcaria uma mudança sem precedentes em quem conviveu com Ele mais de perto e quem Ele escolheu para propagar os seus ensinamentos. Dignos mensageiros da Sua Palavra, homens comuns, os primeiros chamados a segui-Lo: André, Tiago, João e Pedro.

Quem O ouve, e saber ouvir é uma virtude que deveria ser uma constante na nossa vida, alcança um novo sentido para a vida.

“Ouvir pelo dobro e falar pela metade”, correspondendo ao facto de termos dois ouvidos e uma boca, como nos fez lembrar o Padre Ângelo Santos, jovem pregador convidado do nosso Pároco, Padre Manuel Gonçalves, para este ano nos ajudar a refletir e a alimentar esta Fé, que não deve murchar nas horas mais difíceis.

Neste compromisso de dar o meu testemunho sobre a novena dedicada à Rainha de Portugal, fiz uma busca à vida de Santo Agostinho, considerado um dos principais responsáveis pelo pensamento cristão. Citado pelo Padre Ângelo, encontrei frases duma beleza e significado impressionantes:

“Ter Fé é assinar uma folha em branco e deixar que Deus nela escreva o que quiser”

“A medida do Amor é amar sem medida”

“Deus não será maior se o respeitas, mas tu serás maior se o servires”. E tantas mais…

E quantos exemplos desta servidão não temos tido no decorrer dos tempos do cristianismo? O Papa Francisco é o exemplo mais fiel de que a Igreja estava sedenta.

Ele exorta ao despojamento, à simplicidade, à ajuda ao irmão, pedindo a proteção da Imaculada Conceição para famílias na diáspora, numa deslocação no dia 8 deste mês ao monumento da Praça de Espanha, em Roma, lembrando que o “dever bem feito por todos, assegura os direitos de todos”

Madre Teresa de Calcutá também foi lembrada nesta novena. Foi professora numa escola de meninas de alta classe antes de decidir servir a Deus através dos pobres. Revolveu céus e terra para melhorar a vida dos mais necessitados, tendo sido laureada com o prémio Nobel da Paz em 1979.

Deus ama! E perdoa porque nos ama. E nós, perdoamos? É fácil perdoar quando somos ofendidos? Pedimos desculpa quando ofendemos? “Endireitemos as nossas veredas!...”

O Perdão mexe com os nossos sentimentos, mas os factos da Palavra de Deus não mudam.

Recentemente a comunicação social deu conta da aceitação que Portugal revela em relação a tantas outras religiões. Inclusivamente há uma rádio partilhada por um judeu, um muçulmano e um católico. Um bom exemplo de convivência e partilha! Façamos todos, também, a nossa parte.

A devoção a Nossa Senhora da Conceição, nossa Padroeira, coroada por D. João IV como Rainha de Portugal em 1646, ficou bem demonstrada na cerimónia realizada na Igreja Paroquial que se encheu de fiéis, o Corpo de Bombeiros e o coro, e que culminou com a procissão pelas ruas da vila.

Na celebração participaram os Padres Manuel Gonçalves e Ângelo Santos e o seminarista João Pereira. Para eles vão os nossos agradecimentos e os votos de uma caminhada sólida baseada na Alegria e na Fé.

 

M. Cidália P. Santos,

publicado originalmente na Voz de Lamego, edição de 11 de dezembro de 2018

 

ÁLBUM FOTOGRÁFICO NA PÁGINA DA PARÓQUIA - aqui.

ÁLBUM FOTOGRÁFICO completo na página da PARÓQUIA DE TABUAÇO NO FACEBOOK - aqui.


Todos os direitos reservados © PARÓQUIA DE TABUAÇO 2017 Realizado por Terra das Ideias