• As nossas raízes

    Paróquia de Tabuaço

  • Diocese de Lamego

    Quaresma - Caminhada para a Páscoa

  • Papa Francisco

    Mensagem da Quaresma 2019

  • D. António Couto, Bispo de Lamego

    Mensagem da Quaresma 2019

  • Nem só de pão vive o homem...

    Reflexão dominical

Paróquia de Tabuaço

Bem-vindos a Casa


Vivemos a época da globalização. Ao nível da comunicação mas nem sempre ao nível do envolvimento e do compromisso humano, pessoal e concreto. A globalização permite-nos ser vizinhos dos mais distantes, mas muitas vezes distantes dos que vivem ao nosso lado. Nas palavras do Papa Bento XVI, a globalização faz-nos vizinhos mas não necessariamente irmãos. Por sua vez, o Papa Francisco tem convidado a Igreja a colocar-se em atitude de saída, em busca das 99 ovelhas que estão fora do redil, às periferias existenciais, junto daqueles que são os mais pequeninos da sociedade, combatendo a globalização da indiferença. O excesso de informação pode tornar-nos indiferentes e uma imagem horripilante, de tantas que vemos, pode já não nos sensibilizar.

Ler mais

Seguir Jesus, sob o olhar materno da Virgem Mãe

Nossa Senhora, na Sua Imaculada Conceição, é a nossa Padroeira. Ela foi a Eleita do Senhor, escolhida desde sempre para ser a Mãe do Salvador, Mãe de Jesus e nossa Mãe. É Mãe que nos guia, nos aconselha, nos leva ao colo, e nos dá Jesus. É com Ela que queremos acolher Jesus e tornarmo-nos irmãos, família, à volta da mesma mesa, sob o mesmo teto, sob a mesma bênção de Deus.

CRÓNICAS & DESAFIOS
QUARESMA - TEMPO DE ORAÇÃO, DE REFLEX...
CATEQUESE DE INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
1 – Enquadramento No batismo,...
CATEQUESE DE ADULTOS - ESCOLA DA FÉ
Na preparação dos sínodos dedicados à...
PASTORAL FAMILIAR
A pastoral familiar integra a Pastoral do Povo de Deus. Com...

Notícias


VAI, E FAZ TU TAMBÉM DO MESMO MODO

Lema Pastoral da Diocese de Lamego | 2017-2018

Refletir e partilhar a Palavra

Anuncio-vos uma grande alegria!

O início da vida de Jesus é marcado pela alegria. O Anjo, na Anunciação começa por convidar Maria à alegria: Alegrat-te (Lc 1, 28). Na Visitação Isabel diz da sua alegria e da alegria do seu menino, João Batista, pela proximidade de Maria e do Seu Menino-Deus: «Logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio». A resposta de Maria é oração de louvor e de reconhecimento: «A minha alma glorifica o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque pôs os olhos na humildade da sua serva» (Lc 1, 39-56).

No quadro do nascimento de Jesus, o anúncio dos Anjos aos Pastores é revestido de alegria e do convite ao júblio: «Eis que vos anuncio uma grande alegria, que será de todo o povo: hoje, na cidade de David, nasceu para vós um Salvador, que é Cristo Senhor» (Lc 2, 11). Os Magos que vêm ao Presépio de Belém, ao verem a Estrela no lugar em que Jesus nascera, «sentiram uma grande alegria» (Mt 2, 10). Como refere Bento XVI, "o motivo desta alegria é a proximidade de Deus, que Se fez um de nós. E é isto que são Paulo queria significar quando escreveu aos cristãos de Filipos: «Alegrai-vos sempre no Senhor, repito, alegrai-vos. Que a vossa mansidão seja notória a todos os homens. O Senhor está perto» (Fl 4, 4-5). A primeira causa da nossa alegria é a proximidade do Senhor, que me acolhe e me ama" (Mensagem para a JMJ de 2012).

Que a alegria do Natal conforte as nossas fragilidades e nos comova na construção de um mundo fraterno e solidário. Santo Natal.

Agenda

Todos os direitos reservados © PARÓQUIA DE TABUAÇO 2017 Realizado por Terra das Ideias