• D. António Couto

    Visita Pastoral

  • As nossas raízes

    Paróquia de Tabuaço

  • Nem só de pão vive o homem...

    Reflexão dominical

Paróquia de Tabuaço

Bem-vindos a Casa


Vivemos a época da globalização. Ao nível da comunicação mas nem sempre ao nível do envolvimento e do compromisso humano, pessoal e concreto. A globalização permite-nos ser vizinhos dos mais distantes, mas muitas vezes distantes dos que vivem ao nosso lado. Nas palavras do Papa Bento XVI, a globalização faz-nos vizinhos mas não necessariamente irmãos. Por sua vez, o Papa Francisco tem convidado a Igreja a colocar-se em atitude de saída, em busca das 99 ovelhas que estão fora do redil, às periferias existenciais, junto daqueles que são os mais pequeninos da sociedade, combatendo a globalização da indiferença. O excesso de informação pode tornar-nos indiferentes e uma imagem horripilante, de tantas que vemos, pode já não nos sensibilizar.

Ler mais

Seguir Jesus, sob o olhar materno da Virgem Mãe

Nossa Senhora, na Sua Imaculada Conceição, é a nossa Padroeira. Ela foi a Eleita do Senhor, escolhida desde sempre para ser a Mãe do Salvador, Mãe de Jesus e nossa Mãe. É Mãe que nos guia, nos aconselha, nos leva ao colo, e nos dá Jesus. É com Ela que queremos acolher Jesus e tornarmo-nos irmãos, família, à volta da mesma mesa, sob o mesmo teto, sob a mesma bênção de Deus.

CRÓNICAS & DESAFIOS
A PALAVRA MÃE... LOUVOR E GRATIDÃO......
CATEQUESE DE INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
1 – Enquadramento No batismo,...
CATEQUESE DE ADULTOS - ESCOLA DA FÉ
Na preparação dos sínodos dedicados à...
PASTORAL FAMILIAR
A pastoral familiar integra a Pastoral do Povo de Deus. Com...

Notícias


VAI, E FAZ TU TAMBÉM DO MESMO MODO

Lema Pastoral da Diocese de Lamego | 2017-2018

Refletir e partilhar a Palavra

Páscoa: Luz - Palavra - Água - Pão

A Vigília Pascal inicia com a bênção do Lume Novo. A nossa Luz, sempre nova, é Jesus, morto e ressuscitado. As trevas podem ser imensas, mas basta a luz de um fósforo, de um isqueiro ou de um telemóvel, para nos conseguirmos mexer e avançar confiantes.

Há momentos que precisamos de uma palavra amiga, mas talvez precisemos de quem nos escute. Não resolve os nossos problemas, mas conforta-nos saber que alguém nos escuta e tenta compreender-nos. Para que as palavras não sejam vazias, a urgência da escuta. Nesta noite santíssima escutámos longamente a Palavra de Deus, perscrutamos a presença de Deus na história que nos encaminha para Jesus. A Quem iremos? Só Tu tens palavras de vida eterna!

Água para o caminho. Quem bebe desta água, não volta a ter sede. Eu Sou a água viva. Tantas vezes em que um pouco de água fresca é o suficiente para equilibrar o nosso organismo, para tranquilizar a nossa sede, para nos dar forças para continuar a caminhar. A bênção da água, na Vigília Pascal, faz-nos recordar a água em que fomos batizados, a água que nos renova, tornando-nos novas criaturas. Senhor, dá-nos sempre dessa água!

Um pouco de pão e de água. Eu Sou o Pão da vida. O Pão que Eu hei de dar é a Minha Carne. É um verdadeiro milagre Deus fazer-Se um de nós. Verdadeiro milagre que a morte seja superada pela vida, pela ressurreição. Milagre grandioso, que Jesus Se converta em Pão para se tornar alimento de muitos. Isto é o Meu Corpo, tomai e comei. É o Meu sangue, tomai e bebei!

Agenda

Todos os direitos reservados © PARÓQUIA DE TABUAÇO 2017
Realizado por Terra das Ideias

Política de Privacidade